Cheque reforma foi autorizado pelo governo Temer

O primeiro programa social autorizado pelo governo interino Michel Temer foi o Cheque Reforma. Esse projeto é baseado em experiências ocorridas em Goiás e Pará.

O projeto tem a função de liberar créditos pra as famílias com renda de até 3 salários mínimos para que possam realizar melhorias em suas residências: troca de telhado, construção de cômodos e instalações elétricas.

O beneficiário pode ter um crédito que varia de R$3 a R$5 mil, vinculado ao número de CPF, para ser usado somente em lojas de matérias de construção.

Pelos estudos realizados pela equipe do governo interino Temer, cerca de 1 milhão de famílias podem ser beneficiadas nos próximos 2 anos usando também o repasse de financiamento, saiba sobre as regras para financiamento e repasse.

De acordo com o Ministério das Cidades, o nome desse projeto ainda não está completamente definido e ainda será lançado efetivamente, em 2017.

Esse projeto pode gerar vários empregos na construção civil em curto prazo o que pode melhorar um pouco a situação de desemprego da construção civil.

Temer ainda pretende liberar a construção de mais de 15 mil casas que estão vinculadas ao PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que também geraria muitas vagas de trabalho para o setor.