O financiamento de caminhões pode acabar

Onde encontrar distribuidora de peças para caminhão

De acordo com informações colhidas do jornal Folha de Dão Paulo, empresários do setor de transporte rodoviário de cargas estão discutindo a suspensão de empréstimos para compra de caminhões novos em todo o país. Cerca de 300 donos de transportadoras se reuniram na semana passada para levar o desejo até Associação Nacional do Transporte de Carga e Logística para que a entidade leve a ideia até o governo e paralise as linhas de crédito por um prazo determinado.

O projeto é evitar uma piora ainda maior para o setor em 2016. Eles acreditam que com o excesso de caminhões nas estradas e a redução do número de cargas transportadas, o valor do frete vai cair ainda mais em 2016. De acordo com a Associação, o valor do frete está defasado em 13%.

De 2008 a 2014, o BNDES através do Finame/PSI, abriu uma linha de crédito facilitado direcionado para o setor, que foi suspenso no ano passado. Acredita-se que no período, o banco estatal emprestou mais de 122 bilhões de reais para a compra de caminhões e ônibus.

O setor investiu muito na aquisição de frota acreditando no crescimento do país, mas como a economia entrou em crise e a oferta de transporte aumentou, o efeito é o contrário, quanto maior a oferta, menor o preço. Por esse motivo é que os empresários estão pressionando o governo para brecar o financiamento por um certo período.